Empresa japonesa quer ampliação e deve abrir vagas

O presidente da multinacional japonesa NGK Hiroyuki Tanabe, confirmou que a filial da empresa em Mogi das Cruzes planeja uma nova ampliação, que deve resultar na abertura de até 50 postos de trabalho.

A informação foi passa-da pelo presidente da em-presa para o deputado estadual Marcos Damasio (PR), que colocou seu mandato à disposição para ajudar na concretização do investimento. “É uma ótima notícia e uma mostra de que a nossa economia está se recuperando”, co-memorou ele, ao lado dos diretores da multinacional, Eduardo Tsukahara e Jerônimo Suehiro. Na ocasião, eles também discutiram sobre a implantação de uma nova rotatória em frente à Estrada Junichi Shigueno, na Mogi-Salesópolis.

Considerada a maior referência mundial em velas de ignição, a NGK chegou ao Brasil em 1959 e escolheu justamente a cidade de Mogi das Cruzes para instalar sua primeira fábrica fora do Japão. A NGK também trabalha com revestimentos porcelanizados e cerâmicas técnicas, além de ferramentas de corte. Hoje, somente no Brasil, a NGK reúne mais de 1.300 funcionários, desenvolve e produz localmente velas, cabos de ignição e termi-ais supressivos.

Ainda não existe uma previsão sobre uma seleção que a empresa fará para ocupar os futuros 50 novos postos de trabalho, mas o site da multinacional já dá a possibilidade dos interessados em buscar uma oportunidade no local de cadastrar suas informações para futuras seleções. O site oficial da NGK é www.curriculo.ngkntk.com.br

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password