Polícia procura criminoso que fugiu para o Japão

A Polícia Civil está à procura do nikkei Flávio Yamada, de 35 anos, acu-sado de estuprar uma adolescente em 2014 quando trabalhava como taxista em Londrina.

De acordo com a Polícia Civil, ele teria fugido para o Japão logo após cometer o crime. Uma testemunha ouvida durante a fase de investigação reconheceu o agressor por meio de uma tatuagem com o símbolo do infinito em uma das mãos.

Quem tiver informações sobre Yamada pode entrar em contato com a delegacia do Nucria pelo telefone (41) 3325-6593, ou pelo disk-denúncia 181 e 197. Depois da Justiça expedir o mandado de prisão, a polícia vem buscando apoio junto à Embaixada do Japão para tentar localizar o criminoso.

Enquanto isso, a Polícia de Oyama (Tochigi) anunciou ontem que prendeu um homem de nacionalidade brasileira, 31 anos, que disse ser do ramo de cosméticos. Ele foi preso assim que desembarcou no Aeroporto Internacional de Narita e a suspeita é que ele tenha roubado um veículo, há quase 10 anos.

O crime teria ocorrido na cidade de Oyama, por volta das 14h10 de 6 de junho de 2007. O preso brasileiro, cujo nome não foi divulga-do, teria praticado roubo de um veículo dentro de um estacionamento do bairro Eki Higashi Doori 2 Chome, pertencente a uma trabalhadora assalariada de 50 anos.

O veículo da mulher foi avaliado, na época, em 2 milhões de ienes. O suspeito preso não teria agido sozinho. Segundo o anúncio da polícia, o roubo foi feito junto com um comparsa, não identificado até o momento. Ainda não se sabe se o parceiro de crime também é brasileiro e se ele estaria no Japão.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password