Petrópolis planta cerejeiras pelos 110 anos

A cidade de Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, terá hoje, a partir das 9 horas, uma cerimônia de plantio de 110 mudas de cerejeiras, em comemoração ao aniversário da imigração japonesa.

Segundo o presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kyoshi Ami, a cidade é a única do País a receber a doação. “O Brasil inteiro está comemorando esta data que é os 110 a-nos da imigração, mas a afinidade de Petrópolis com o Japão é especial porque aqui começou a relação entre os dois países”, destacou o presidente.

De acordo com o município, as plantas foram doadas pela Comissão dos 110 anos da Imigração Japonesa no Brasil, que foi criada por 23 associações de descendentes japoneses do estado do Rio de Janeiro.

Petrópolis é a cidade que tem a relação mais antiga com o Japão. Em1897, foi instalada na cidade a primeira delegação do J-pão (representação diplomática), comprovando que os dois países mantiveram contato 11 anos antes da chegada dos primeiros imigrantes japoneses no Brasil. Foi de Petrópolis que o terceiro ministro japonês à época, Fukashi Sugimura, enviou um relatório favorável à imigração para o Brasil, viabilizando a imigração japonesa.

Na cidade, as cerejeiras podem ser vistas em diversos pontos, como no entorno do Lago Quitandinha. Por lá, elas começaram a surgir em 1995, quando quatro agremiações nikkeis do Estado, em comemoração aos 100 anos do “Tratado de Amizade, Comércio e Navegação entre Brasil e Japão”, plantaram 300 mudas da flor símbolo do Japão.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password