Mãe aguarda julgamento por mortes de filha

A mãe de Akemy e Michelle Maruyama, que foram assassinadas no Japão, segue naquele país aguardando o julgamento do suspeito de matar suas filhas no fim do ano passado.
Segundo postagem em uma de suas redes sociais, Maria Amarília informou que até o dia 10 de fevereiro o peruano Tony La Rosa, ex-marido de Akemy, ainda não havia sido indiciado pelo crime.
De acordo com o amigo da família Márcio Oshiro, ela precisa aguardar o julgamento para então conseguir a guarda das netas. Desde que embarcou para o Japão, a avó não conseguiu ver as crianças, que depois do duplo homicídio foram levadas pela Justiça japonesa para um abrigo. As meninas, de 5 e 3 anos, estão impedidas de ter qualquer contato com familiares.
Maria está no Japão desde o início de janeiro e para viajar contou com a ajuda de doações de amigos e desconhecidos. Enquanto aguarda as providências da Justiça japonesa, Maria continua em busca de mais pistas sobre o passado recente das filhas, sobre o que pode ter motivado crime cruel.
Como não há prazo para voltar ao Brasil, parentes de Maria Amarília no Japão criaram uma conta-corrente para ela em um banco de lá, para doações.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password