Japoneses no Brasil votam em eleição

As eleições legislativas japonesas, marcadas para o dia 22 de outubro, encerraram-se sábado para os japoneses que moram no Brasil. Nascidos no Japão, mas que residem por aqui e têm o título de eleitor, puderam votar em urnas espalhadas por diversas cidades.

Em São Paulo, 11.615 eleitores cadastrados no Consulado Geral do Japão puderam votar.

Ao São Paulo Shimbun, o órgão oficial alegou que, por ordem do Japão, não é permitida a divulgação da quantidade de pessoas que efetivamente votaram e nem o resultado. Números somente serão conhecidos no próximo dia 23, após a votação no Japão. A votação foi aberta na última quarta-feira passada, com sessões localizadas em São Paulo, na Embaixada do Japão em Brasília, além de Belém (única que foi até domingo), Recife, Curitiba, Porto Alegre, Manaus e Rio de Janeiro. As cédulas preenchidas no Brasil serão agora levadas até o Japão e entregues a cada cartório correspondente ao distrito do eleitor.

Os participantes no Brasil puderam escolher os representantes da Câmara Baixa (equivalente à Câmara dos Deputados) e o resultado pode ser decisivo para reconduzir o primeiro-ministro Shinzo Abe ao cargo. O premiê antecipou o pleito, que seria no ano que vem, para tentar aproveitar um momento de crise do Partido Democrata, então a principal oposição ao governista Partido Liberal Democrata. A manobra também visou se antecipar à expansão do Partido da Esperança, nova agremiação liderada pela governadora de Tóquio, Yuriko Koike.

Desta vez, o número de assentos na Casa foi reduzido e sairá de 475 para 465. Já as campanhas, iniciadas na semana passada, estão centradas nas políticas econômicas e na ameaça da Coreia do Norte.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password