Japoneses mostram interesse em gasoduto

As empresas japonesas  Mitsui Co. e a Marubeni Corp. estariam se preparando para fazer lances por uma participação em uma unidade de gasoduto que a estatal Petrobras está oferecendo como parte de um plano de desinvestimentos mais amplo. Empresas da China e da Espanha são outras que devem apresentar propostas à Petrobras por 49% da Gaspetro. A Gas Natural Fenosa e a Engie, também são cotadas para participar.

A Mitsui, a segunda maior casa de comércio do Japão, vem crescendo por todo o Brasil desde que comprou um grupo de distribuidores em 2005. Questionada sobre o assunto, porém, a empresa prefere não entrar em detalhe. “Nenhuma decisão foi tomada até este momento”, alega o porta-voz da Mitsui, Shuhei Iwanaga. A companhia, entretanto, é considerada uma possível compradora natural porque já trabalhou com a Petrobras anteriormente e está acostumada a deter participações não controladoras. A Marubeni, por meio de nota, também alega que não tomou nenhuma decisão sobre os ativos.

A Petrobras quer vender US$ 15,1 bilhões em ativos até o fim do próximo ano para atender às metas de investimento e começar a lidar com a maior carga de dívida do setor petroleiro.

De acordo com o site oficial da Petrobras, a Gaspetro tem mais de 7 mil quilômetros de gasodutos no Brasil, que, por sua vez, fornecem para usuários residenciais e industriais. A empresa está reduzindo os gastos em unidades periféricas para se concentrar em seus campos mais prometedores em águas profundas do Atlântico Sul.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password