Falta de resultado causa saída de ex-judoca nikkei da seleção

A falta de resultados na seleção masculina de judô provocará, até o final do mês, mudanças na comis-são técnica. O treinador Fulvio Miyata, que já vinha sendo pressionado no cargo, se antecipou a uma possível demissão e aceitou o convite para assumir a equipe do Minas Tênis Clube. Além de treinador, ele também assumirá o departamento de judô do clube.

Miyata é técnico da seleção brasileira desde fevereiro de 2010 e medalhista de bronze na categoria ligeiro no Campeonato Mundial de 1997. Thiago Camilo é o mais cotado para assumir a vaga. Convidado, ele prometeu uma resposta até o final do mês. Também ex-judoca, ele tornou-se presidente da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico do Brasil (COB). Por isso, a própria CBJ já trabalha com outros nomes, no caso de recusa.

A troca de treinador acontece em um momento que, exceto na categoria pesado (Rafael Silva foi medalhista nos dois últimos Jogos Olímpicos e David Moura é o atual vice-campeão mundial), as demais não têm apresentado resultado positivos, com nenhum atleta entre os top-8.

Muitos defendem uma renovação e a utilização de atletas vistos com grande futuro, como Daniel Cargnin e Rafael Macedo. Os dois jovens, ambos campeões mundiais sub-21, foram medalhistas no Grand Prix de Tibilisi (Geórgia) no fim de semana passado e estão entre as esperanças da CBJ para Tóquio-2020.

Por isso, a Confederação já definiu que a seleção que irá para o Campeonato Pan-Americano, na Costa Rica, daqui a duas sema-nas, será de jovens, dando oportunidade a eles subirem no ranking.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password