Campanha de vacinação contra a gripe é dividida em três grupos e com ‘Dia D’

Chegou a temporada da campanha de vacinação contra a gripe. Este ano, o público prioritário foi dividido em três grupos, além do tradicional “Dia D”.

Desde segunda-feira, o grupo 1 de trabalhadores de saúde, pessoas com mais de 60 anos e indígenas são atendidos nas Unidades Básicas de Saúde.

A partir do dia 2 de maio, a vacina será aplicada em crianças a partir de seis meses e menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mães que tiveram filho recentemente, até 45 dias). O último grupo começa a ser vacinado a partir do dia 9 de maio. São professores e pessoas com doenças crônicas, como as-ma e diabetes.

Para atender o maior público, o “Dia D” será no dia 12 de maio, um sábado, quando todos os postos de saúde estarão abertos das 8 às 17 horas, para a vacinação. “A vacinação contra o vírus Influenza é fundamental para evitar complicações decorrentes da gripe, otites e sinusites”, afirma Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria. “É importante deixar claro que a vacina não provoca gripe em quem tomar a dose, já que é composta apenas de fragmentos do vírus que causam a devida proteção, mas são incapazes de causar a doença”, explica.

Segundo recomendação da Organização Mundial de Saúde, a vacina de 2018 irá prevenir a população alvo contra o vírus Influenza dos tipos A (H1N1), A (H3N2) e B.

Em São Paulo, o objetivo é imunizar 10,7 milhões de pessoas contra a gripe. Isso corresponde a 90% da população definida para a campanha. Em todo o Brasil, 60 milhões de doses estão com o Ministério da Saúde, que fará a distribuição.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password