Barueri abre mostra e homenageia artista nikkei

A Galeria de Artes de Barueri abriu oficialmente ontem uma exposição que celebra os 110 anos de imigração japonesa no Brasil.

A mostra reúne 33 obras, entre pinturas, esculturas e gravuras, do artista plástico Susumo Harada, além de 40 fotografias da comunidade nipo-brasileira, pertencentes ao Acervo do Museu Municipal.

Além de celebrar os 110 anos da imigração japonesa, a exposição também comemora os 80 anos de Susumo Harada. Nascido em Barueri, ele é um legítimo descendente das famílias japonesas que apor-taram no Brasil em 1908, a bordo do navio Kasato Maru. Em 1968 e 1969 trabalhou como mecânico de manutenção nas empresas Sorocabana e Corneta. Apenas em 1977 iniciou seu primeiro trabalho artístico com painel decorativo. Dali em diante, suas obras se destacam pelo trabalho com envelhecimento de chapas, cobre, latão e bronze. O artista começou seus trabalhos com xilogravura, passando para a pintura em óleo e acrílica sobre tela e esculturas. Além de artista plástico, ele é pesquisador, historiador e escritor.

Fora a exposição, a cidade prepara para o dia 28, às 16 horas, uma confraternização no Teatro Municipal, oferecida pela diretoria do Conselho do Patrimônio Histórico e Cultural de Barueri (Comphic), e que homenageará o artista nikkei e outros membros da comunidade nipo-barueriense.

A exposição, que é gratuita, está aberta de terça a sábados, das 9 às 18 horas, e vai até o dia 30 de julho. A Galeria de Arte está localizada no Teatro Municipal de Barueri, que fica na avenida Ministro Raphael de Barros Monteiro, 250, Jardim dos Camargos.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password