Temas variados marcam desfile das escolas de samba de São Paulo

Sabrina Sato vem como destaque da Gaviões (Foto: São Paulo Shimbun)

As 14 escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo vão desfilar nas noites de hoje e amanhã, no Sambódromo do Anhembi, na zona Norte. Serão sete desfiles por noite e o desfile das campeãs será no dia 3 de março.
A primeira escola a entrar na avenida, às 23h15, será a Tom Maior, que vem com o enredo “Elba Ramalho canta em oração o folclore do Nordeste. Toque sanfoneiro forró, frevo e xaxado”, em homenagem à cantora paraibana.
A 2ª escola a entrar na passarela, à 00h20, é a Mocidade Alegre, que fará uma homenagem ao seu Jubileu de Ouro. A escola do bairro do Limão, na zona Norte de São Paulo, é uma das mais premiadas do Grupo Especial, com 10 títulos e vai homenagear, em seus 50 anos, a própria comunidade com um enredo que fala da força que vem da união.
À 1h25 será a vez da Unidos da Vila Maria, que leva ao Anhembi um enredo sobre os 300 anos da aparição da imagem de Nossa Senhora Aparecida.
Em seguida, por volta das 2h30, é a Acadêmicos do Tatuapé, que escolheu homenagear o Zimbábue, país africano.
Em seguida, será a vez da Gaviões da Fiel, que vai mostrar a construção da metrópole sob as mãos dos vários migrantes que deixaram sua terra natal para buscar uma nova vida na cidade grande. Mais uma vez, a grande desta-que será Sabrina Sato.
A penúltima escola da primeira noite será a Acadêmicos do Tucuruvi, prevista para entrar às 4h40. A agremiação irá abordar a cultura das artes urbanas, do surgimento do circo até a consolidação do grafite na cidade de São Paulo.
Encerra a noite a Águia de Ouro, que vai homenagear os cachorros. Como já divulgado pelo São Pau-lo Shimbun, uma das alas vai falar da história do cão japonês Hachiko, da raça Akita, que ficou esperando por nove anos, no mesmo lugar, o dono falecido.
No segundo dia, os desfiles começam um pouco mais cedo. A Mancha Verde entra na passarela do samba às 22h30 e homenageia os “Zés” do Brasil, apostando nos personagens populares com o nome José.
Já a tradicional Unidos do Peruche vai falar sobre a cidade de Salvador. A escola deve desfilar às 23h35. Por sua vez, a atual campeã, a Império da Casa Verde fala sobre a Paz. A mensagem propõe a união de todos em favor de dias melhores para a humanida-de. O desfile ocorre 00h40 e conta com o mestre-sala japonês Tsubasa Miyoshi.
Enquanto isso, a Dragões da Real se rende a uma das principais músicas brasileiras, “Asa Branca”, de Luiz Gonzaga. Outra escola esperada é a Vai-Vai, que entra na avenida às 2h50 e levará ao público a história da Menininha do Gantois, famosa Mãe de Santo do Candomblé. A Nenê de Vila Matilde, que entra às 3h55, também escolheu um tema ousado e irá homenagear a cidade de Curitiba.
Por fim, às 5 horas, a Rosas de Ouro mostra história dos banquetes, como forma de levar uma mensagem de comunhão entre as pessoas.
Ainda dá tempo de comprar o ingresso. As entradas estão disponíveis para os dois dias. Os preços variam de R$ 30 (arquibancada) a R$ 12 mil (camarote). O Sambódromo fica entre as Pontes das Bandeiras e da Casa Verde e tem como vias de acesso as av. Olavo Fontoura e av. Santos Dumont.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password