TCM-SP celebra o Jubileu e os 110 anos da imigração

O Tribunal de Contas do Município de São Paulo (TCM-SP) celebra hoje, a partir das 10 horas, em seu jardim das cerejeiras, os 110 anos da imigração japonesa no Brasil e os 50 anos (Jubileu de Ouro) de fundação.

O evento, que deve contar com a participação de autoridades e representantes da comunidade nikkei, terá plantio de novas cerejeiras, que vão se somar às outras 100 árvores da espécie que ornamentam o jardim do Tribunal e que foram plantadas na época da comemoração dos 100 anos da imigração japonesa. Desta vez, outras 10 mudas serão plantadas.

Haverá, ainda, o descerramento de uma placa comemorativa, além de uma demonstração de cerimônia do chá e uma apresentação dos tocadores da Associação Brasileira de Taikô. A iniciativa do evento partiu do presidente João Antonio e dos demais conselheiros Domingos Dissei, Roberto Braguim, Edson Simões e Maurício Farias.

Essa não é a primeira homenagem prestada pelo TCM-SP aos imigrantes japoneses. Em 2008, com a presença do então ministro Massami Uyeda, primeiro nissei a ocupar o cargo de ministro no judiciário brasileiro, o Tribunal inaugurou um torii (portal japonês), que hoje dá acesso ao jardim das cerejeiras. Naquela ocasião, Uyeda nominou o portal e as cerejeiras como “dois dos mais distintivos símbolos da cultura japonesa” e lembrou que “o portal serve de passagem para o encontro da beleza coroada pela delicadeza e pela exuberância das flores“.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password