Suspeitos de assaltar orientais são presos

A Polícia Civil prendeu ontem 18 suspeitos de assaltar casas de orientais.
Com a detenção, foi possível esclarecer cerca de 30 assaltos em várias cidades do Estado.
A Operação Pequim, desencadeada após quatro meses de investigação, foi coordenada pela Delegacia Seccional de Mogi das Cruzes. A ação contou com apoio de 50 viaturas e 120 policiais de diversas unidades, incluindo agentes do Grupo de Intervenção e Resposta do Demacro.
A operação foi deflagrada após uma investigação que começou em novembro do ano passado, quando três homens foram presos em flagrante por roubar joias e dinheiro de uma residência.
De acordo com a polícia, os alvos dos mandados desta quinta são responsáveis por ao menos 30 assaltos nos bairros do Morumbi, Jardins e Saúde.
A quadrilha contava com a ajuda de uma central, com rádios da Polícia Militar, para cometer os crimes. Um dos criminosos ficava encarregado de acompanhar os passos da PM e informava sobre o risco de alguma patrulha se aproximar dos comparsas durante os roubos.
Também ontem, a Polícia Civil prendeu um integrante de uma quadrilha especializada em roubo a clientes de uma casa de câmbio, na Liberdade.
O homem foi detido no Parque Bristol, zona Sul, e pelo menos três ataques foram esclarecidos.
Segundo a polícia, o grupo observava os clientes, a maioria oriental, na saída da casa de câmbio e atacava quando a vítima desembarcava na empresa, residência ou hotel.
Na ação que resultou na prisão foram apreendidas 50 munições de pistola, um capacete e um carro.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password