SP não atinge meta de vacinação contra a gripe

O estado de São Paulo foi o único da região Sudeste a não atingir a meta de vacinação da gripe no público prioritário (crianças, idosos, gestantes etc).
Aqui, sete milhões de pessoas foram vacinadas, o que representa 78,5% do público. Espírito Santo é o estado com a maior cobertura, alcançando 90,3%, com 647,3 mil doses aplicadas, seguido de Minas Gerais (87,3%) e Rio de Janeiro (81,8%).
Em todo o Brasil, 41,9 milhões de pessoas se vacinaram.
A campanha contra a gripe terminou na última sexta-feira, após duas prorrogações e um período dedicado a mais perfis determinados, como professores.
A eficácia da vacina se comprova em pesquisa realizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que aponta queda de 62% de internações de idosos por complicações da gripe.
No inverno, é grande o número de casos de gripe e resfriado.
As doenças infecciosas têm sintomas parecidos e, segundo o Instituto de Infectologia Emílio Ribas, um pré-diagnóstico feito pela própria pessoa pode ou não levá-la a um médico.
A gripe é causada pelo vírus Influenza e pode ter complicações, como pneumonia. Já o resfriado tem sintomas mais brandos, causado pelo Rhinovírus, e costuma surgir lenta e gradativamente.
A gripe provoca tosse seca, febre superior a 38º C e dores no corpo. O resfriado provoca mais espirro (coriza/nariz vermelho).
Como prevenção, são indicados lavar as mãos várias vezes ao dia; cobrir o nariz e a boca ao tossir e espirrar; evitar tocar o rosto e não compartilhar objetos de uso pessoal.
A transmissão da gripe ocorre pelo contato com secreções de vias respiratórias.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password