Seleção masculina de judô confirma japonesa como técnica

Pela primeira vez na história, a seleção brasileira masculina de judô terá uma técnica mulher. A Confederação Brasileira de Judô (CBJ) anunciou oficialmente o nome da japonesa Yuko Fujii, de 36 anos, para o cargo. Ela comandará a equipe sênior masculina do Brasil e tem como principal desafio conquistar a classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

“Ser a técnica principal é grande responsabilidade, especialmente com a equipe brasileira, que tem histórico de resultados. Hoje, nós temos uma equipe forte e dedicada. Estou empolgada com esse grande desafio, junto com os atletas. Assim, como uma equipe, nós conseguiremos fazer grandes conquistas em Tóquio 2020”, disse Yuko.

Convidada pelo Comitê Olímpico do Brasil e pela CBJ, Yuko, que nasceu na cidade de Toyoake, chegou ao Brasil em 2012. Ela integrou a comissão técnica da seleção brasileira e atuou como auxiliar. Também já ocupou o cargo na seleção britânica de judô no British Judo Institute, de 2010 a 2012.

Além da treinadora, a CBJ anunciou os 30 judocas convocados para o Campeonato Mundial de Baku, no Azerbaijão. O torneio, que já terá Yuko no comando, acontece de 20 a 27 de setembro. Entre os atletas estão os nikkeis Eric Takabatake, Charles Chibana, Eduardo Yudy e Gabriela Chibana. Na preparação para o Mundial, a japonesa acompanhará a equipe durante os treinos no Japão e na Espanha, em junho, além de orientar os atletas no Grand Prix de Zagreb, em julho.

Para o presidente da CBJ, Silvio Acácio Borges, presidente da CBJ, ter escolhido Yuko para assumir a seleção é um marco para o esporte. “É mais uma demonstração de que o judô está conectado aos princípios mais atuais de gestão. Independentemente de ser mulher ou homem, é a competência que fala mais alto”, diz.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password