Programação pelos 110 anos em Suzano tem festival inédito e inauguração de busto

Praça terá busto de ex-prefeito Pedro Miyahara (Foto: Divulgação)

A imigração japonesa em Suzano teve início em 1921 e hoje a cidade conta com aproximadamente 15 mil japoneses e descendentes, que terão, a partir desse final de semana, muito que comemorar. Como parte das celebrações pe-los 110 anos da imigração japonesa ao Brasil, a cidade realizará, durante os meses de junho e julho, uma série de atividades culturais, como exposição, gincanas e homenagens.
A programação dos festejos começam amanhã, com a abertura da exposição de artes plásticas “110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil”, no Centro de Educação e Cultura Francis-co Carlos Moriconi (rua Benjamin Constant, 682), a partir das 19 horas. A mostra seguirá à disposição do público de segunda a sexta-feira, das 9 às 17 horas, até o dia 6 de julho.

No sábado e domingo, das 10 às 20 horas, acontece, no estacionamento interno Parque Municipal Max Feffer, a primeira edição do “Festival Nipo-Brasileiro de Suzano”. A realização é de todas as entidades nipônicas da cidade, com apoio da Prefeitura de Suzano. Ao todo, serão 20 estandes com comidas típicas, brinquedos infláveis e um palco onde serão feitas apresentações musicais e culturais, como shows de taikô, demonstrações de artes marciais e a eliminatória do concurso Miss Cerejeira. O cantor Joe Hirata será a principal atração, no primeiro dia, às 16 horas. E a abertura oficial será às 18 horas. “Mesmo sendo o primeiro, estamos esperando cerca de 30 mil pessoas. Como o evento ocorre em um Parque e lá terá outro evento, o 2º Festival do Meio Ambiente, acreditamos que haverá uma junção do público”, revela Reinaldo Takashi Katsumata, vice-presidente do Bunkyo de Suzano e um dos organizadores.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password