Pesquisadora japonesa participa de palestra sobre o papel feminino no cinema

Atrizes do filme “Fim de Verão” (Foto: Divulgação)

A semana começa feminina com o “Dia Internacional da Mulher” celebrado na quinta-feira.
Uma vasta programação sobre a temática está prevista em diferentes instituições e uma delas é da Fundação Japão junto com a Cinemateca Brasileira.
Amanhã, às 19 horas, na sala da Cinemateca (Largo Senador Raul Cardoso, 207, Vila Clementino, São Paulo), a professora e pesquisadora Chika Kinoshita, da Universidade de Kyoto, fará uma palestra no evento denominado “A participação feminina no universo do cinema japonês”.
Com tradução consecutiva, ela falará sobre a presença da mulher não apenas nas tramas, mas também na direção de filmes ao longo da história do cinema japonês, debatendo os possíveis motivos para o número restrito de representantes femininas neste universo.
A palestra será mediada pela coordenadora-geral da Cinemateca Brasileira, Olga Futemma.
Após o debate, será exibido o filme “Fim de verão“, o penúltimo dirigido por Yasujiro Ozu, em cópia 16mm com legenda em português.
O filme de 1961 mostra mudanças sofridas pelo Japão após a Segunda Guerra Mundial através da família Kohayagawa, proprietária de uma fábrica de saquê.
A exibição do filme e a palestra são gratuitas, mas é preciso retirar senha na bilheteria 1 hora antes do início marcado.
Oscar – E a estatueta mais cobiçada da cinematografia, o Oscar, foi conquistado por um japonês, neste ano.
Kazuhiro Tsuji ganhou na categoria de melhor maquiagem e penteado, ao transformar o ator Gary Oldman no líder britânico Winston Churchill no filme “O Destino de uma Nação”.
Tsuji é o primeiro japonês a ganhar o Oscar, dividindo o prêmio com Britons David Malinowski e Lucy Sibbick.

Continua… (no impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password