Nikkei vence concurso de melhor café do Paraná e planeja exportação para o Japão

Café cereja é a categoria vencida por Evilásio Mori (Foto: Divulgação)

Evilásio Shigueaki Mori é o produtor do melhor café cereja do Paraná. Ele acaba de vencer o 14º Concurso Café Qualidade do Paraná.
O café campeão competiu com outros de 42 produtores finalistas e foi degustado por um júri especializado que levou em conta 10 quesitos como limpeza da bebida, corpo, sabor, acidez, aroma, uniformidade e doçura.
Este é o segundo título de campeão em 3 anos de carreira de Evilásio Mori em plantação de café.
Ao herdar o trabalho desenvolvido pelo pai, ele decidiu aprimorar a plantação, os conhecimentos e já planeja exportar o café. O Japão é um dos países.
“Esse é um objetivo. O problema é que é tudo muito burocrático e aqui (em Cambira) ainda é tudo muito artesanal, diferente de Minas Gerais e São Paulo. A nossa região é tradicional de café, mas falta mão de obra, não temos ainda mecanização, é trabalhoso”, diz ele.
Por ser e estar em uma região de produtores rurais, sem muita visão empresarial, o nikkei tenta contornar os empecilhos de avanço de seu “café gourmet de excelência”. Um meio foi a parceria feita com o barista Léo Moço, bicampeão brasileiro e mestre de torra, que divulga e vende o café premiado em Curitiba.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password