Nikkei é impedida de parar em vaga especial

Rosemary Tie Usumoto Niiyama, moradora de Mogi das Cruzes, passou por um constrangimento ao ser impedida por um agente de trânsito de estacionar em uma vaga preferencial.

Acompanhada da filha autista, a nikkei tentou parar o carro na rua Inocêncio Nunes de Siqueira, na esquina com a rua Senador Dantas, no Centro, quando um “amarelinho” a proibiu dizendo que outro carro estacionaria ali.

Câmeras próximas gravaram toda a ação e mostram Niiyama chegando e, fora do carro, articulando com o agente e com outro que estava na calçada. Ela chegou a mostrar o cartão especial que detém por conta do autismo da filha de 26 anos, que estava no carro, mas acabou estacionando em outro local.  A gravação parou na Internet e já teve mais de 20 mil visualizações. A Secretaria de Trans-portes abriu ontem uma sindicância para apurar o caso.

O autismo é um problema psiquiátrico que costuma ser identificado na infância. O distúrbio afeta a comunicação e capacidade de aprendizado e adaptação da criança.

São três os níveis de autismo: leve, que necessita de pouco suporte e não é um limitante para interações sociais; moderado, com intensidade média no que cabe aos transtornos de comunicação e deficiência de linguagem; e severo, déficit considerado grave nas habilidades de comunicação verbais e não verbais. Não conseguem se comunicar sem contar com suporte. Com isso, apresentam dificuldade nas interações sociais e tem cognição reduzida. Também possuem um perfil inflexível de comportamento, tendo dificuldade de lidar com mudanças. Tendem ao isolamento social, se não estimulados.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password