Motocicletas chamam atenção em Milão

Terminou domingo o “74º Salão de Motos de Milão”, que destacou os principais lançamentos em duas rodas.
O foco deste ano foram as máquinas no segmento de 250-300 cilindradas.
Por isso, nada daquelas motos robustas e com forte motor. Em cena, modelos que se enquadram às populares encontradas por aqui, como a Honda XRE 300 e Yamaha XTZ 250 Lander.
A líder de vendas em duas rodas levou a CRF 250 Rally, equipada com um motor monocilíndrico de 250cc com 25 cavalos de potência a 8.500 rpm e torque máximo de 2,3 kgfm a 6.750 giros.
Já a Yamaha mostrou a XT 600Z Ténéré, que vem com o conceito T7 com o bicilíndrico de 700 cc. A moto, contudo, só estará disponível no final de 2018.
Outra que apostou em moto de pequena trail foi a Kawasaki. A Versys-X 300 tem motor bicilíndrico em paralelo de 296cc e uma caixa de câmbio de seis velocidades, além de um tanque de combustível de 17 litros.
A versão padrão vem com protetor de tanque, protetores de mão, cavalete central e bauleto de 30 litros, enquanto que o modelo Adventure acrescenta protetor de motor.
Mas de volta para o Brasil, no “Salão do Automóvel”, a Honda dedicou uma área para a linha de motocicletas, com destaque para a nova Africa Twin, o principal lançamento do ano no segmento.
No estilo off-road, a moto tem bicilíndrico paralelo de 998 cm³, que utiliza o mesmo sistema de comando de válvulas SOHC Unicam da família CRF 250/450R, as máquinas de motocross da Honda.
A intenção é nacionalizar a Africa Twin e oferecer um preço competitivo.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password