Japoneses entram em acordo na Usiminas

Os principais acionistas da Usiminas, Ternium e os japoneses da Nippon Steel, pretendem indicar o no-me de Sérgio Leite de Andrade para cargo de diretor- presidente da siderúrgica brasileira, após terem encerrado em fevereiro um conflito de vários anos.

A Usiminas disse, em comunicado enviado ao mercado, ter recebido dos sócios a notificação com a intenção de indicar nomes a serem eleitos para a diretoria estatutária da companhia para o período de 2018 e 2020, que será eleita pelo Conselho de Administração da Usiminas em 16 de maio.

Além da indicação para o cargo de diretor-presidente, os sócios pretendem ainda indicar Alberto Ono para o cargo de vice-presidente de Finanças e diretor de relações com in-vestidores. O executivo tem cerca de nove anos de casa e passagens por em-presas como Votorantim. Além de engenheiro, Ono também tem boa experiência no campo financeiro.

Os demais nomes in-dicados são Tulio Cesar do Couto Chipoletti para vice-presidente Industrial; Takahiro Mori como vice-presidente de Planejamento Corporativo; Miguel Homes para vice-presidente Comercial; e Kohei Kimura como vice-presidente de Tecnologia e Qualidade.

No início de fevereiro, os dois grupos anunciaram um acordo para terminar um dos maiores conflitos corporativos do Brasil dos últimos anos. O acordo encerrou uma série de processos judiciais abertos por Ternium e Nippon Steel desde que os desentendimentos dos principais acionistas da Usiminas tiveram início. O auge deu-se em 2014, mas desde o início do ano anterior já estavam em divergências

O novo acordo entre as partes deve ser assinado até 10 de abril.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password