Fundação Japão abre exposição inédita

A Fundação Japão traz para o Brasil a exposição itinerante “Variação e Auto-nomia: As Gravuras de Artistas Japoneses Contemporâneos”. A abertura aconteceu ontem e a mostra pode ser visitada até o dia 24 de junho, no Centro Cultural São Paulo. De lá, a exposição percorre Rio de Janeiro, Curitiba, Manaus e Recife.

A mostra é composta por obras de arte de 10 renomados artistas e lança luz sobre este novo campo artístico, desenvolvido no Japão a partir dos anos 70. O objetivo da exposição é incentivar os espectadores a reconsiderar a história das gravuras contemporâneas no Japão, reafirmando sua relevância artística.

Participam da mostra obras de Masanari Murai, Toshinobu Onosato, Yasu-kazu Tabuchi, Yayoi Kusama, Natsuyuki Nakanishi, Hitoshi Nakazato, Tomoharu Murakami, Naoyoshi Hikosaka, Kosai Hori e Toeko Tatsuno. São artistas que participaram da expansão do leque das expressões de arte existentes na época, utilizando o meio impresso. Notáveis tanto como variação da pintura, quanto de uma forma autônoma, essas obras ajudaram a estabelecer o gênero de gravuras japonesas contemporâneas, ao mesmo tempo em que alcançavam uma nova amplitude.

Segundo o curador da mostra, Kyoji Takizawa, do Museu Municipal de Artes Gráficas de Machida, no Japão, não são os artistas considerados criadores ou desenvolvedores da história da produção de gravuras contemporâneas japonesas, mas que participaram ativamente de todo o processo, ajudando a estabelecer o gênero e incorporando a elas a devida envergadura.

A exposição acontece na rua Vergueiro, 1000, Paraíso, em São Paulo. A visitação do público pode ser feita de terça a sexta, das 10 às 20 horas; sábados, domingos e feriados, 10 às 18 horas.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password