Empresas japonesas buscam investidores no País e mostram produtos aos consumidores

Cerâmicas japonesas estão entre as opções (Foto: Divulgação)

Empresas japonesas de decoração, papelaria, presentes e utensílios domésticos, além de moda e beleza, desembarcam em São Paulo para a “Japan Kodawari Design”, evento que ocorre de hoje até sexta-feira, das 10 às 19 horas, com vagas limitadas para visitantes “comuns”.

As empresas apresentam seus produtos ao público geral e aproveitam para trocar informações com importadores e distribuidores brasileiros. Essa não é a primeira vez que os japoneses buscam entrar no mercado brasileiro.

Anteriormente, as empresas participaram de duas feiras feiras de presente e design no Brasil. “As feiras foram ótimos termômetros que nos permitiram conhecer públicos distintos. Agora, as empresas japonesas querem promover seus negócios ou conhecer parceiros no Brasil”, revela Atsushi Okubo, presidente da Japan External Trade Organization (Jetro), organização de fomento de comércio exterior do Japão.

Ao todo, serão 25 em-presas japonesas, 15 delas visitando o Brasil pela primeira vez. Algumas dessas companhias são reconhecidas em feiras internacionais nos Estados Unidos, França e Alemanha.“Procuramos reunir em-presas que trazem na bagagem produtos selecionados, caracterizados pelo design requintado e frutos de um processo de produção que harmoniza a melhor matéria-prima com a excelência das técnicas tradicionais que caracterizam o refinado artesanato japonês”, destaca Okubo.

Muitas peças que serão mostradas, inclusive, são inéditas no Brasil e poderão ser apreciadas. “O mercado aqui é receptivo a novos produtos, sobretudo funcionais e com tecnologia agregada e que tenham design sofisticado. Por isso as companhias estão mui-to otimistas”, afirma o executivo, opinando que o Brasil é um oásis de oportunidades para os japoneses, sobretudo pelo longo histórico da imigração nipônica, que completa 110 anos em 2018 “O Brasil é um mercado importante para nós. Há o interesse das empresas japonesas em emplacar mais negócios por aqui, mas sempre com muita análise. Por isso, é fundamental termos parceiros que possam ser desenvolvidos no próprio País”, diz o presidente da Jetro.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password