Cão japonês Hachiko será um dos personagens do desfile da Águia de Ouro no Carnaval de SP

Estátua do Hachiko com a camisa da Águia (Foto: Divulgação)

A relação próxima entre a escola de samba Águia de Ouro e o Japão está cada vez mais consolidada e promete dar mais alguns passos no Carnaval desse ano, no final de fevereiro.

Após, em 2015, homenagear os 120 Anos do Tratado de Amizade, Co-mércio e Navegação Brasil-Japão , com direito a uma legítima madrinha de bateria japonesa, além do Tachi Neputa”, carro alegórico doado pelo Japão e feito em papel de arroz, a escola aposta dessa vez no tema: “Amor com amor se paga. Uma história animal”, que fala sobre o amor entre homens e cães. E, mais uma vez, o Japão estará inserido no contexto.

A diretoria e parte do elenco da agremiação esteve, no ano passado, na cidade de Asakusa, no Japão, para o tradicional Carnaval, que acontece sempre no último sábado de agosto, no bairro de Tóquio, e é apontado como o maior fora do Brasil, com a participação de 15 escolas de samba e mais de cinco mil sambistas.

Aproveitando a viagem, eles foram até a cidade de Odate e lá visitaram a estação de trem Shibuya. O local ficou conhecido mundialmente por causa da história do cão Hachiko, da raça Akita, que ficou esperando seu dono, que havia morrido, por nove anos no mesmo lugar. O cão ganhou uma estátua na pracinha em frente à porta de entrada da estação como forma de homenagem. A história, aliás, ficou imortalizada no filme “Sempre ao seu lado”, estrelado por Richard Gere, e emocionou milhares de pessoas. Agora, será vez do cão ser lembrado no Sambódromo do Anhembi.

“Eu tinha esse sonho de fazer um carnaval sobre os cães e finalmente aconteceu. Como não poderia ser diferente, a história do Hachiko tem que estar pre-sente, já que é conhecida em todo o mundo e emocionou muitas pessoas. Te-remos uma ala inteira dedicada a ele”, afirma o presidente da escola da Pompéia, Sidnei Carriuolo, falando da relação da Águia com o Japão. “Sempre gostei da cultura japonesa e é uma relação que não visamos nada comercial, ganhar dinheiro ou algo do tipo. É algo feito de coração mesmo. Estou muito feliz pela escola, cada vez mais, cair no gosto da comunidade nipo-brasileira”.

Vale lembrar que a primeira contato da Águia com o Japão se deu em 1986, quando a escola participou de uma inauguração de um parque naquele país. Desde lá, sempre que possível, a agremiação “encaixa” elementos do Japão em seus desfiles.

Além de Hachiko, o carnavalesco Amarildo de Mello vai usar muitos elementos que servirão como inspiração para o desenvolvimento do tema: personalidades ligadas aos cães, animais da história, ícones dos desenhos, filmes e quadrinhos. Para abrilhantar o tema, a agremiação convidou a publicitária Luli Sarraf, que preside
a ONG Celebridade Vira-Lata para participar do carna-val; e a apresentadora Luisa Mell, ativista da causa animal e fundadora do instituto de proteção e adoção que leva seu nome. Ela, inclusive, foi condecorada com o título de embaixadora do enredo.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password