Associação Japonesa de Santos elege primeira mulher em 65 anos de história

Marise (centro) junto com os novos diretores (Foto: Divulgação/Matheus Misumoto)

Comandar uma associação nipo-brasileira nos dias de hoje não é uma tarefa fácil diante do envelhecimento da comunidade e a pouca “reposição”, em virtude da falta de interesse dos jovens, muitas vezes, pouco estimulados. A situação tende a ficar mais complicada quando a cadeira principal é ocupada por uma mulher e, ainda mais, sendo ela jovem, diante do preconceito existente.
Porém, nada disso parece assustar Marise Harue Hirose Hashimoto, que acaba de se tornar a primeira mulher a assumir a presidência da Associação Japonesa de Santos em 65 anos de história. Eleita por aclamação, em chapa única, durante a Assembleia Geral Ordinária realizada na sede da entidade, a nikkei sucede Jorge Ajifu, que agora terá cadeira suplente no Conselho.
A partir deste biênio, a Associação conta com três vice-presidentes. Foram eleitos, pela ordem, Carlos Alberto Ono, Shitiro Tanji e Guilherme Uehara Piqui de Sousa. Completam os quadros da Diretoria Executiva a diretora secretária Eiko Hassegawa, o vice-diretor secretário Flávio Yukio Hashimoto, o diretor tesoureiro César Hamabata, e o vice-diretor tesoureiro Sérgio Mitsuo Tamashiro.
A presidência do Conselho Deliberativo é exercida por Alcides Tadaki Sekitani, tendo como vice, Seitetsu Iha. Marcelo Kohatsu exercerá a função de secretário-geral. João Carlos Goya e Sérgio Norifumi Doi atuarão como membros efetivos, enquanto Iwao Hashizume e o ex-presidente Jorge Ajifu ficam como suplentes. Já o Conselho Fiscal terá como os efetivos Kazuei Hashimoto, Armando Yonamine e Kunio Kuwabara. Missae Tamashiro é suplente.

Continua… (no impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password