Ângela Hirata vira conselheira e ‘prepara o terreno’ para sucessor na Japan House

A executiva deixa o cargo de presidente (Foto: Divulgação)

A comunidade nipo-brasileira, o governo do Japão e os responsáveis pela Japan House foram pegos de surpresa, nesta semana, com a decisão de Ângela Hirata de deixar o comando do centro cultural, inaugurado há pouco mais de um ano, na avenida Paulista.

Com a saída, o vice-presidente, Carlos Roza, assume interinamente o cargo na Japan House até que o novo presidente seja nomeado, escolha essa que será feita pelo Consulado do Japão em São Paulo e pela agência Dentsu, que administra o empreendimento no Brasil.

Em entrevista ao São Paulo Shimbun, Ângela Hirata explicou a decisão. “Sei que as pessoas estão assustadas com a minha saída, mas quero deixar claro que não foi motivada por qualquer problema com o governo do Japão, muito pelo contrário, já que tivemos uma relação muito harmoniosa durante esse período. Em um determinado momento queria seguir até o término dos 110 anos e pensei em continuar até março de 2019, quando seria iniciado um novo ciclo, porém não achei correto com o próximo presidente que ele assumisse sem ter um tempo de preparação. Deixo a presidência, mas sigo como conselheira especial ajudando o sucessor para que ele inicie o novo ciclo completamente inserido e tenha mais facilidades”, revelou ela, que, ontem, recebeu uma menção honrosa do ministro das Relações Exteriores do Japão, Taro Kono, que também solicitou a ela auxílio neste momento de transição.

Continua… (Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password