60 mil brasileiros que moram no Japão podem votar para presidente em outubro

500 mil pessoas podem votar no exterior (Foto: Divulgação)

Em uma disputa que, as-sim como em 2014, promete ser bastante acirrada e polarizada, todo o voto é importante para os candidatos das eleições deste ano e, para o cargo de presidente, os brasileiros no Japão terão relevância.

De acordo com dados oficiais divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 500.728 mil brasileiros residentes no exterior se inscreveram para votar em uma das 1.790 seções eleitorais fora do Brasil, o que representa um crescimento de 41,4% do que foi registrado na eleição presidencial anterior, quando 354.184 eleitores se cadastraram para exercer o direito ao voto. O aumento, segundo o TSE, ocorreu após a implantação do sistema de atendimento no exterior, chamado de “Título Net Exterior”, em 21 de fevereiro do ano passado, que tirou a obrigatoriedade do cidadão de comparecer várias vezes à Embaixada para se regularizar.

No Japão, que mantém a segunda maior concentração de votantes brasileiros, perdendo apenas para os EUA (160.035), na-da menos que 60.720 pessoas são esperadas para votar neste ano. Ainda de acordo com os dados apre-sentados pelo TSE, a capital Tóquio, no geral, é o terceiro município com mais eleitores fora do país (26.098), perdendo apenas para Boston e Miami, ambas nos Estados Unidos, com 35.051 e 34.347 eleitores, respectivamente.

Outra cidade no Japão, Nagóia, também está no top 5 de eleitores brasileiros cadastrados, com 24.520. Está logo atrás de Londres, na Inglaterra, que tem 25.927 eleitores aptos. É importante lembrar que eleitores no exterior só poderão dar seu voto para eleger o presidente da República. O voto aos cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual só pode ser dado pelo eleitor que estiver no domicílio eleitoral no Brasil.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password