Ranking avalia trabalho e coloca deputados nikkeis longe dos dez melhores parlamentares

Presença dos deputados nas sessões foi avaliada (Foto: Laycer Tomaz)

Faltam 354 dias para as eleições e, apesar das incertezas e da crescente rejeição da população à classe política, os partidos já começaram a definir alguns nomes, o mesmo que deve ser feito pelos eleitores.

Um parâmetro de como está o trabalho dos parlamentares pode ser lido do site Ranking dos Políticos, que, de forma independente, faz avaliações dos parlamentares com base no desempenho, assiduidade, gastos e processos.

Uma consulta feita pelo São Paulo Shimbun de-monstra que os representantes nikkeis terão que trabalhar ainda mais neste último ano de mandato se desejarem seguir.  De acordo com as avaliações, quem tem hoje a melhor nota, seguindo os critérios do site, é Luiz Nishimori (PR-PR), que soma 51 pontos, ocupando a 154ª posição entre os 513 deputados.

Sua melhor pontuação vem do quesito Qualidade Legislativa, no qual é avaliado suas posições diante das votações das leis mais relevantes do Congresso, levando em conta principalmente sua contribuição para o combate à corrupção. Na avaliação, ele ganhou 110 pontos. No que se refere à assiduidade, o nikkei vai bem. Das 91 sessões realizadas até agora ele compareceu a 89.

Por outro lado, ele perde quase metade dos seus pontos devido aos processos judiciais que responde, quatro ao todo, sendo dois no Superior Tribunal Federal (STF) e dois no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná. Por conta disso, perdeu 70 pontos. No que diz respeito aos Privilégios, que compara o valor gasto (cotas parlamentares) pelo político no período total do mandato, o nikkei perdeu mais cinco pontos ao gastar até agora R$ 352 mil. Por outro lado, ganhou mais cinco pontos nos de-mais critérios, que envolvem formação acadêmica e fidelidade partidária

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password