Princesa Mako aplaude cerimônia dos 110 anos em São Paulo e conversa com nikkeis

A princesa discursou e parabenizou a comunidade (Foto: Divulgação)

São Paulo provou que detém a maior comunidade nikkei do Brasil na co-memoração dos 110 anos da imigração japonesa. A cerimônia oficial de abertura, no sábado, mostrou toda grandiosidade em apresentações que foram aplaudidas pela princesa Mako.

10 minutos antes do horário marcado, a neta mais velha do imperador chegou ao “Festival do Japão”. Ao contrário do Paraná, onde Mako vestiu um kimono de cor amarela, para os paulistas o tom predominante foi o verde.

No centro do palco, também ocupado por autoridades do Japão e do Brasil, a princesa ouviu o som de navio simbolizando a chegada dos imigrantes e da banda naval da época. Ela também viu o desfile das bandeiras dos estados brasileiros e das 47 províncias japonesas, além da execução dos hinos nacionais dos dois países.
Sua Alteza Imperial a-companhou os discursos do governador de São Paulo, Márcio França, e do prefeito Bruno Covas, ambos agradecendo no idioma japonês, e do secretário-geral do Ministério das Relações Exteriores, Marcos Bezerra Abbott Galvão, que foi embaixador em Tóquio, do presidente da Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil, Yasuo Yamada, e da presidente da Comissão para Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, Harumi Goya.

O ápice do dia foi o discurso da princesa Mako, cujas palavras foram traduzidas para o português. Deficientes auditivos também puderam acompanhar através de um tradutor de libras que se postou na lateral do palco.

“Gostaria de parabenizar pelos 110 anos. Pude fazer essa visita a convite do governo brasileiro, em um ano memorável. Estou feliz por poder participar desta cerimônia e come-morar os 110 anos aqui em São Paulo, junto dos senhores e senhoras que vieram de várias cidades. Estou profundamente agradecida pelas palavras calorosas do embaixador Marcos Galvão, do governador Márcio França, do prefeito Bruno Covas. Agradeço também aos senhores que fizeram várias considerações especialmente por ocasião de minha visita.

O Brasil é um país pelo qual sempre senti amizade desde criança, apesar da longa distância geográfica. Acredito que a razão pela qual tenho esse sentimento é porque ouvi falar por várias vezes das lembranças, das pessoas que fizeram visita a este país. Agora é uma alegria para mim poder visitar São Paulo, como fizeram meus pais há 3 anos.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password