Nikkeis exibem artes em festival internacional, na capital paulista

Performance do “Moc Ka Do” (Foto: Divulgação)

A capital paulista sedia a partir de hoje, até o dia 28, o “11º Visões Urbanas”, um festival interncional de dança em paisagens urbanas.

16 companhias e artistas independentes, dentre os quais três internacionais (da Espanha, Itália e Moçambique) irão se apre-sentar em diferentes locais e horários. São performances, oficinas, sessões de videodança e ex-posição.
Os destaques são os nikkeis Erika Kobayashi, Anelise Mayumi e o núcleo Fu Bu Myo In.

Ciça Ohno e Gum Tanaka, atores do núcleo, junto com o diretor Toshi Tanaka, abrem a participação nikkei no festival, neste sábado, no Instituto Tomie Ohtake (av. Brigadeiro Faria Lima, 201 – entrada pela rua Coropés, 88).
Às 19h30, o trio mostra Moc Ka Do, uma performance fugaku dançada entre as cerâmicas de Shoko Suzuki.

Performance fugaku (fu significa vento e gaku, alegria, caminho de arte) é uma criação do corpo que acontece no cruza-mento entre a pesquisa de doho e vários campos de arte – dança, música, sho – arte da caligrafia, cerâmica, haicai, teatro Nô e tingimento natural.

Para explicar um pouco mais sobre isso, o diretor Toshi Tanaka fará uma oficina, com o tema Origem dos corpos, no dia 27 de abril, das 15h30 às 18h30, também no Instituto Tomie Ohtake. No dia seguinte, no domingo, estará em cena Erika Kobayashi com o Chá em Performance. Em dois horários, às 15h30 e às 16h30, ela irá apresentar todo o conhecimento na arte da cerimônia do chá na Casa das Rosas (av. Paulista, 37, Paraíso).

Estudiosa do assunto, a nikkei segue os princípios que permeiam a arte da cerimônia do chá: harmonia, pureza, respeito e tranquilidade.

Continua…(Impresso)

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password