Nikkei promove discussão sobre roubo de cabos

A Câmara dos Deputados discutiu ontem os pre-juízos causados aos consumidores e aos prestadores de serviços públicos e privados pelo roubo de fios de energia, de telefonia, de TV por assinatura e de outros equipamentos da infraestrutura de comunicações e de energia elétrica. O debate, promovido pelas comissões de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática; e de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Serviços, foi proposto pelo deputado Walter Ihoshi (PSD-SP).

Para o nikkei, esses crimes tornam inoperantes, por períodos consideráveis, os serviços de distribuição de energia elétrica, de telecomunicações e de Internet. Além disso, implicam custos não previstos para reposição de equipamentos e deslocamento de equipes normalmente dedicadas à manutenção básica da rede. “É recorrente o cenário de interrupção do fornecimento do serviço de energia elétrica, de telecomunicações e de Internet banda larga e fixa a comunidades inteiras, devido práticas criminosas. Essas ações, além de ocasionar transtornos aos cidadãos comuns pela falta de energia elétrica ou da impossibilidade de comunicação por voz ou dados, causam prejuízos a órgãos públicos, como hospitais e escolas, pois inviabilizam o uso dos locais e equipamentos para a realização das atividades diárias”, ressaltou Ihoshi, completando: “A discussão visa debater os prejuízos para compor um justo diagnóstico do cenário atual de impunidade”.

Durante o encontro, foram discutidos também as penas aplicáveis tanto para quem furta quanto para quem recebe esses equipamentos roubados.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password