Nikkei é convocado para Pan-Americano e Brasil vence desafio internacional

A seleção brasileira de judô estará em San Jose, na Costa Rica, entre os dias 20 e 22 de abril, para a disputa do Campeonato Pan-Americano da modalidade. Divididos em três categorias – sênior, individual e equipes mistas – 18 atletas de até 25 anos de idade subirão no tatame para representar o País na com-petição, que distribuirá até 700 pontos no ranking da Federação Internacional de Judô.

Entre os convocados está o nikkei Eduardo Yudi. Nascido no Japão e fi-lho de imigrantes brasileiros, o judoca é uma das grandes apostas do Brasil. No ano passado, ele conquistou o Aberto Europeu de Roma, na Itália. Yudi apaixonou-se cedo pelo judô. Chegou a desistir quando pensava ser atacante de futebol. Já com o kimono, foi descoberto quando a Associação Marcos Mercadante de Judô, de Araras, disputou uma competição no Japão em 2013.

A masculina levará outros oito atletas, em seis categorias. A equipe feminina também é constituída por nove judocas, das sete categorias olímpicas. Os únicos judocas brasileiros que não possuem idade igual ou inferior a 25 anos são Maria Portela (70 kg) e David Moura (+100 kg), ambos de 30 anos, que disputarão apenas a com-petição por equipes.

Enquanto se prepara para mais uma competição, o judô brasileiro ainda celebra o lugar mais alto, ao vencer, no Centro Pan-Americano de Judô, na Bahia, a primeira edição do Desafio Internacional de Judô contra o Chile, competição amistosa por equipes mistas.

Das sete lutas do duelo, o Brasil venceu cinco, com participação do nikkei Charles Chibana, que venceu Sebastian Perez por um wazari.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password