Japoneses investirão milhões em museu

As estações científicas do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, através do Museu na Floresta, uma parceria do Inpa com a Universidade de Kyoto, no Japão, serão transformadas em base para o turismo científico e ações de educação ambiental com a participação direta das comunidades locais.
O projeto terá R$ 5 milhões de investimentos da Agência de Cooperação Internacional Japonesa e da Agência Japonesa de Ciência e Tecnologia. O recurso será usado para restaurar bases científicas do Inpa a exemplo da torre de observação e pesquisa de 42 metros usada para estudos sobre clima e floresta. Construída há 43 anos, a torre nunca havia recebido manutenção.
A ideia é atrair o público interessado no conhecimento científico produzido na maior floresta tropical do mundo. A Casa da Ciência, instalada num pedaço de floresta aberto à visitação no Inpa, em Manaus, será a porta de entrada desse universo que o projeto quer mostrar.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password