Japonesa consegue feito inédito em ‘Grand Slam’

A tenista japonesa Naomi Osaka, 20 anos, conquistou o Aberto “Grand Slam”, ao derrotar a americana Serena Williams, de quem é fã, por 6-2 e 6-4, e tornou-se a primeira re-presentante do tênis japonês a vencer um torneio da série.

O jogo foi marcado por uma incrível polêmica entre Serena e o árbitro português Carlos Ramos. Revoltada com uma advertência durante a partida, por ter recebido uma orientação de seu treinador Patrick Mouratoglou, Serena passou a reclamar acintosamente com o juiz, acusando-o de estar “roubando”. A atitude lhe custou, inclusive, um game de punição.
As discussões, porém, seguiram. Após ter um saque quebrado pela japonesa e discordar de uma mar-cação, a americana arrebentou a raquete no final do game e levou uma nova advertência, que lhe custou um ponto no início do novo game. “Eu nunca trapaceei na minha vida, você me deve desculpas. Não fale mais comigo, você está me roubando”, começou a gritar Serena com o árbitro, provocando vaias dos torcedores. A americana, visivelmente alterada, chegou a chamar a presença do árbitro geral, mas nem com toda a sua reclamação fez o juiz voltar atrás na marcação.

Todo este clima pesado, porém, foi ignorado por Naomi Osaka, que venceu a partida e levou o título. Na premiação, para tentar conter as vaias da torcida, Serena Williams tomou o microfone e elogiou a performance de Naomi Osaka, que chorava após conquistar o título.

“Sempre torci por ela por causa de atitudes como esta. Sempre foi um sonho jogar contra ela numa final do Aberto dos Estados Unidos. Muito obrigado por jogar comigo”, disse Naomi Osaka, em direção à sua adversária.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password