Japão investirá bilhões em ferrovias do país

Um fundo público-privado japonês, criado para financiar a construção de infraestrutura no exterior, participará de diversos projetos de ferrovias urbanas no Brasil, informou ontem a imprensa japonesa.

A Mitsui, que já participa de projetos de infraestrutura no Brasil por meio de uma parceira com a Odebrecht Mobilidade, irá dividir sua participação de 40% com a JR Nishi (West Japan Railway) e com a JOIN (Japan Overseas Infrastructure Investment Corp.).

A Odebrecht é dona da Supervia, no Rio de Janeiro, e possui participações na Move São Paulo, que está construindo a Linha 6 do Metrô, prevista para entrar em operação em 2021, e nos futuros VLTs do Rio de Janeiro e de Goiânia. Os três empreendimentos devem receber cerca de R$ 17 bilhões de investimentos até 2020 e gerar mais de 14 mil empregos diretos durante as obras.

A JOIN, que é gerida pelo Ministério dos Trans-portes do Japão, enviará nos próximos dias ao Brasil engenheiros e profissionais especializados em ferrovias. Estima-se que o fundo irá investir mais de 5 bilhões de ienes em solo brasileiro.

Vale lembrar que, em novembro do ano passado, a Mitsui aportou R$ 500 milhões para adquirir a participação minoritária (40%) no acordo com a Oderbrecht. A parceria representou a entrada de capital externo para desenvolver, implantar e operar projetos de mobilidade urbana, um dos setores que mais necessitam de investimentos no Brasil e que figuram entre as prioridades das populações nas grandes cidades do país.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password