‘Festival do Japão’ mantém espaço para atividades médicas e de bem-estar

A 21ª edição do “Festival do Japão”, a exemplo de outros anos, contará com um espaço voltado a atendimento médico e de bem-estar.

Os idosos são os mais notados nas filas dos ambulatórios de estandes e, por formarem um grande público, contam com atividades específicas no espaço Terceira Idade. Segundo o coordenador William Maki Suzuki, 20 mil pessoas são esperadas nos três dias do Festival, quatro vezes mais do que o número do ano passado. A aposta crescente tem a ver com o chamariz dos 110 anos da imigração e da presença da princesa Mako.

Nos 800m2 da área da Terceira Idade, haverá palestras sobre diversos temas, dança, ginástica e esporte, com tacadas de gatebol. As mulheres são as mais adeptas da programação e dos atendimentos médicos.

Em estandes, hospitais conhecidos da comunidade nikkei, como o Santa Cruz, farão exames rápidos como de força e bioimpedância, que analisa a com-posição corporal, indicando a quantidade aproximada de músculo, osso e gordura.

Com o lema “Ter saúde é uma atitude, cuidar de você é a nossa missão”, o Hospital Santa Cruz levará médicos para falar sobre os seis pilares essenciais para a prevenção e cuidado com a saúde: físico, espiritual, emocional, social, profissional e nutricional.

O Hospital Nipo-Brasileiro também estará no Festival, com uma programação de palestras sobre saúde, qualidade de vida e nutrição, e de exames. No ano passado, foi feita a medição do IMC (Índice de Massa Corpórea) e distribuição de brindes.

A fila, normalmente, é grande.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password