Bunkyo sedia minibazar e tem vagas para expositores

Em tempo de crise, o pequeno comércio ganha força e ocupa lugar nos mais diferentes locais. No Bunkyo, em São Paulo, um antigo minibazar curiosamente batizado com o nome inglês “Free Market” se destaca uma vez por mês.

A próxima edição será na próxima quarta-feira, dia 28, das 10 às 15 horas. Bazaristas vendem os mais diversos produtos como artesanato, brinquedos, livros, roupas novas e usa-das a preços bem populares. Até obentô, salgados e doces são vendidos.

Cada bazarista paga uma taxa de R$ 30,00 para expor o produto. O valor equivale a uma mesa e é possível adquirir outra a partir do pagamento dobrado.

Ainda há vagas para bazaristas. No total, são cerca de 30 mesas, sem demarcação de espaço. Os veteranos, contudo, ficam sempre na mesma posição.

De acordo com Oikawa, da Biblioteca do Bunkyo que organiza o bazar, os consumidores rapidamente circulam pelo hall do Grande Auditório e com-parecem em peso até o meio-dia.

A explicação é que quem realmente deseja comprar produtos variados a preços baixos e quer garantir o almoço no modo marmitex japonês chega cedo, deixando muitos bazaristas rapidamente de bagagem vazia.

O público do minibazar é essencialmente nihonjin (descendente de japonês) e aposentado, além de trabalhadores do entorno.

Com mais divulgação, o evento que acontece há anos, sempre em uma quarta-feira do mês, pode crescer e proporcionar mais resultados positivos.

O Bunkyo fica na rua São Joaquim, 381, Liberdade, São Paulo. A entrada é franca. Quem comparecer ao bazar do dia 28 de fevereiro já saberá a data do próximo.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password