Brasil vai mal no primeiro dia do Mundial de Judô e fica sem medalha

O Brasil foi mal no primeiro dia do Campeonato Mundial de Judô, em Baku, no Azerbaijão. Três judocas do País estiveram em ação na categoria ligeiro e nenhum deles chegou à disputa por medalhas.

Gabriela Chibana foi a primeira a entrar no tatame. A atleta venceu sua primeira disputa na categoria até 48 kg contra a sul-africana Geronay Whitebooi por ippon, após conseguir dois wazaris. Porém, na se-gunda rodada, mesmo tendo obtido um golpe diante da cazaque Otgontsetseg Galbadrakh, ela acabou recebendo três punições e foi desclassificada.

Entre os homens, Phelipe Pelim caiu logo na estreia. O judoca recebeu três penalizações diante do espanhol Francisco Garrigos e foi eliminado. Já o nikkei Eric Takabatake teve o melhor resultado dos brasileiros ao chegar até a repescagem. Na estreia, o nikkei chegou ao minuto final em-patado com o chinês Yi Shang, quando uma mar-cação equivocada da arbitragem quase o tirou da competição. Num primeiro momento, o asiático ganhou um wazari como pontuação, mas logo depois a revisão de vídeo determinou que o brasileiro tivesse a marcação a seu favor, garantindo a primeira vitória.

Depois do sufoco, o nikkei venceu o belga Jorre Vertraeten, assim como o cazaque Gusman Kyrgyzbayev, chegando às quartas de final. Porém, ele parou no georgiano Amiran Papinashvili, terceiro colocado do ranking mundial, jogando o brasileiro para a repescagem, no qual também perdeu para o sul-coreano Harim Lee.

O Brasil voltará às disputas na madrugada de hoje, quando irão ocorrer as eliminatórias da categoria meio-leve. No feminino, Jéssica Pereira e Erika Miranda irão estrear diretamente na segunda rodada e aguardam a definição de suas rivais. No masculino, Charles Chibana e Daniel Cargnin enfrentam o espanhol Alberto Gaitero Martín e o bósnio Petar Zadro.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password