Bolsonaro vence com grande margem no Japão

A comunidade brasileira no Japão teve uma participação importante para levar o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ao segundo turno da eleição presidencial.

Segundo os números divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, dos 29.870 votos válidos obtidos no Japão, 74,28% apoiaram o candidato, o que correspondeu a 22.186 votos. Ele foi seguido por Ciro Gomes (PDT), que teve 1.745 votos (5,84%). Fernando Haddad (PT), segundo colocado no resultado geral das eleições e que também disputa o segundo turno, ficou em sexto lugar no Japão, com 706 votos (2,36%).

O melhor desempenho de Bolsonaro foi na jurisdição de Hamamatsu, na província de Shizuoka, onde teve 78,47% dos votos válidos. Ele também liderou na área de Nagoia (inclui Nagoia, Toyohashi, Suzuka, Hiroshima e Takaoka), onde somou 76,61% dos votos. Por fim, na jurisdição de Tóquio (inclui Tóquio, Oizumi, Joso e Ueda), Bolsonaro levou 70,70% dos votos válidos.

Neste ano, dos 60.692 eleitores aptos a votar no Japão, 32.263 (53%) compareceram às 80 seções instaladas em 10 cidades.

Além do Japão, as eleições de 2018 foram realizadas em outros 98 países. Neste ano, foi registrado um número recorde de elei-tores brasileiros no exterior, 41% maior em relação à eleição de 2014, totalizando 500.727 eleitores.
Destaque para os EUA, onde nas oito cidades americanas com votação, Bolsonaro venceu em to-das. Ele também foi o mais votado nas capitais da Venezuela, Irã e Israel, onde só houve um local de votação. Já Ciro foi o mais votado nas capitais da França, da Alemanha e da Chi-na. Haddad, por sua vez, venceu em países árabes como a Palestina e a Jordânia, na Nigéria e em Cuba.

0 Comentários

Deixar um comentário

Login

Bem vindo! Entre na sua conta

Lembrar de mim Esqueceu sua senha?

Lost Password